Quem Não Somos

NÃO somos velhos (apesar de parecermos, vez ou outra).

NÃO somos mau-humorados (apesar de parecermos, vez ou outra).

NÃO temos anos e anos e anos de experiência. Isso não nos impede de publicarmos o que der na telha.

NÃO somos pseudo-intelectuais.

Nosso telhado NÃO é de vidro. Dormimos ao relento e, o pior, achamos graça nisso.

NÃO vamos deixar de falar o que merece ser dito. Isso significa que podemos criticar aquele ator ou diretor cujo fã-clube você preside ou aquela peça que você acha um lixo, sem nenhuma dor no coração.

NÃO esperamos que você concorde conosco, por isso use os comentários. Quanto mais você quiser discutir o teatro e o seu ponto de vista sobre a obra, mais rica mais vai ser a discussão. Agora se você quiser agredir, nós sempre vamos ter motivos pra dar risada.

NÃO somos divulgação nem temos vocação para escrever textos elogiosos baseados em nada ou somente em releases. Em caso de emergência nesse sentido, procure a Veja São Paulo.

NÃO conhecemos a Bárbara Heliodora pessoalmente. Mas adoramos seu blog, antes mesmo dele ser lançado.

NÃO somos um guia de programação e não queremos disputar com o Guia da Folha nem com a Veja São Paulo. Se você está mandando seu release ou convite, é por sua própria conta e risco.

NÃO somos contra receber convites, pelo contrário. Se tiver espumante, melhor ainda. Só não nos cobre por ter nos convidado, pois somos poucos (não dá pra cobrir tudo) e sinceros (não vamos falar bem de tudo).

NÃO temos qualquer compromisso com a informação. In-formar, pra nós, é colocar na forma. Se você precisa de uma, vá até os Armarinhos Fernando. Eles costumam ter ótimas promoções por lá.

NÃO somos imparciais, tampouco isentos. Nem queremos ser.

NÃO somos patrocinados nem somos filhos de banqueiros, mas estamos procurando adoção. A gente até se finge de baleia, se quiserem nos salvar.

NÃO partimos do pressuposto de que o leitor não sabe nada de teatro.

NÃO escrevemos exclusivamente pra “gente de teatro”.

NÃO achamos que a juventude está perdida.

NÃO odiamos os velhinhos. Só rimos daqueles que esquecem que o tempo passou.

NÃO somos partidarizados, até porque no Brasil isso é mó queima-filme.

NÃO achamos que é mais fácil criticar do que fazer teatro. Nem achamos mais difícil também.

NÃO somos acadêmicos. Já fomos e cansamos. Não temos preconceitos se você é.

NÃO somos PhD em teatro. Mas já encenamos Nelson Rodrigues na escola.

Noso e-mail é [email protected]

A Bacante é Creative Commons. Alguns direitos reservados. Movida a Wordpress.